Jogos Virtuais também ensinam

Já parou pra pensar na quantidade de coisas que aprendemos com jogos virtuais?

E aí pessoal, beleza?

Antes de mais nada lembrem-se que o objetivo desse conteúdo não é justificar horas e mais horas de jogos, abrindo mão de coisas necessárias para nossa vida, como viver em sociedade, por exemplo. Tudo precisa ser equilibrado e feito de forma controlada e planejada.

Vocês sabiam que até nos jogos virtuais precisamos ter educação financeira pra atingir alguns objetivos necessários no jogo?

Você já ouviu falar em Tibia? Pois é, não me julguem, já joguei Tibia. E digo mais, por muito tempo. Época onde nem a internet ADSL estava disponível na minha região ainda. Jogava na discada. Talvez os mais novos nem saibam o que isso quer dizer.

Pois bem, Tibia é um RPG (MMORPG ou qualquer outra sigla estranha que exista para jogos desse tipo) onde um dos principais objetivos são treinar, caçar, evoluir, utilizar estratégias e, principalmente, fazer amigos. Mas não é só isso. Você precisa ter as suas economias em dia para comprar as melhores armaduras, magias e equipamentos (munição, armas, etc.), para conseguir ter acesso aos melhores e mais desafiadores lugares para caçar.

No jogo, tudo também tem o seu tempo, ou você faz as suas economias para conquistar coisas definitivas e de longo prazo, ou sua ansiedade toma conta e você gasta muito mais com coisas temporárias e que nem agregam tanto valor assim para o seu personagem.

O equilíbrio emocional também faz toda diferença nos jogos de qualquer natureza. Se você não está emocionalmente controlado, seu sucesso no jogo, a vitória do seu time, pode ser comprometida por ações que podem ser tomadas sem análise do cenário e das consequências que tal ação pode trazer.

Para muitos, jogar é perda de tempo. Mas para aqueles que gostam e se interessam pelo assunto, existem alguns pontos bem legais que podem ser extraídos. Como exemplo, companheirismo, trabalho em equipe, cooperação, lealdade, comprometimento, tomada de decisões, aprender um novo idioma, aprender sobre culturas e histórias da antiguidade, aumenta seus reflexos e sua capacidade de raciocínio rápido, entre muitas ouras coisas.

Mas lembrem-se, tudo em excesso tem consequências. Então assim como tudo na vida, o equilíbrio entre o real e o virtual se faz necessário e, conseguindo isso, as chances de você se sair bem de ambos os lados são maiores.

Gostou? Compartilhe esse texto com seus amigos, fala pra gente que tipo de jogo vocês gostam, o que já jogaram ou ainda jogam e o que aprendeu nesse período gamer de ser.

Até mais.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...